apresentação

O projeto Salvador: visões de futuro tem como finalidade a realização de estudos e propostas que vão subsidiar a elaboração do Plano Salvador 500, coordenado pela Fundação Mário Leal Ferreira – FMLF vinculada à Secretaria Municipal de Urbanismo e Transportes, órgão de planejamento da Prefeitura Municipal de Salvador. O Plano Salvador 500 é um plano de longo prazo que visa orientar ações e políticas públicas em desenvolvimento urbano territorial até 2049 que possam tornar a cidade menos desigual em termos sociais, urbanísticos e ambientais. Por razões operacionais e administrativas o desenvolvimento do plano será segmentado em duas fases. O projeto Salvador: visões de futuro corresponde a primeira fase do plano.

Os cenários possíveis para Salvador a médio e longo prazo dependerão da evolução de um conjunto de tendências e variáveis. O projeto tem como ponto de partida a situação atual dos problemas legados pela Salvador do início do século XXI para a metrópole futura. O projeto considera que a visão de futuro de Salvador não pode ser limitada ao território municipal e que as políticas de habitação, transporte, ambiente, para listar as de maior impacto territorial, devam levar em conta o papel de Salvador no sistema urbano metropolitano.

No desenvolvimento do projeto ao longo da primeira fase estão previstos a realização de uma série de atividades que resultarão em produtos diversos: i) Eventos: caracterizados como seminários/oficinas temáticos ou eventos de apresentação de resultados; ii) Estudos, dentre estes a compilação ou atualização de estudos existentes e a realização de estudos novos ou complementares. Os estudos desenvolvidos para o projeto são considerados subprodutos que resultarão em documentos técnicos que fornecem subsídio aos relatórios; iii) Relatórios que compilam e sistematizam os documentos técnicos e relatoria dos eventos. O Núcleo Salvador do Observatório das Metrópoles coordenará o projeto, com a gestão do contrato pela Fundação Escola Politécnica – FEP, e a gestão operacional através do Laboratório de estudos avançados em Cidade, Arquitetura e tecnologias Digitais – LCAD, grupo de pesquisa da Faculdade de Arquitetura da UFBA, vinculado ao Núcleo Salvador do Observatório, que conduzirá o desenvolvimento das atividades e disponibilizará suas instalações quando necessário.

equipe

resultados e atividades previstas
em azul e amarelo as que fazem parte desta fase do projeto
cronograma referencial de atividades